Sistemas para concessionárias: o que são e como escolhê-los?

Tempo de leitura: 9 minutos

[Total: 3    Média: 5/5]

Sistemas para concessionárias de veículos são soluções tecnológicas utilizadas para auxiliar na gestão e na otimização dos resultados das vendas.

Não por acaso, são ferramentas complementares a uma estratégia de marketing digital automotivo sólida — embora nem sempre recebam a atenção que deveria.

A ausência dessas ferramentas e de boas práticas que as complementem estão expressas nos números.

Você sabia que, dentre os fatores que constroem a satisfação geral de um potencial comprador de carro, está o conteúdo do site da montadora? Esse conteúdo afeta nada menos que 30% da experiência digital do indivíduo que considera comprar um automóvel!

Os dados são do 1º Digital Shopper Experience Study (DSE), divulgado em 2018 e realizado entre abril e julho pela J.D. Power Brasil, empresa reconhecida em pesquisa de mercado.

Foram entrevistados 1.489 clientes de uma plataforma digital de compra e venda de veículos, considerando a experiência online desses potenciais compradores de automóveis.

São dados assim que mostram como é importante ampliar o conhecimento sobre tecnologias que auxiliam as lojas a melhorar a experiência do consumidor.

A boa notícia é que esses sistemas já existem e pode melhorar a operação do seu negócio se você entender bem como eles funcionam. Entre as principais estão o DMS, o CRM e o CMS. Já ouviu falar delas?

Que tal conhecer melhor e em detalhes os 3  principais sistemas para concessionárias de veículos? Acompanhe o post!

sistema para carros e sistema para concessionárias
Assim como um bom GPS, sistemas para concessionárias ajudam a nortear a gestão on-line e a reduzir os custos operacionais da concessionária

O que é Dealership Management System (DMS)?

O DMS é um tipo mais tradicional de sistema de gestão de concessionárias. Publicações da área de tecnologia datam a existência desses softwares de gestão em quase 50 anos. Alguns deles, inclusive, ainda têm o funcionamento dependente de sistemas operacionais criados há mais de duas décadas.

Ser um sistema tradicional não é necessariamente bom ou mau, tudo depende dos objetivos que a concessionária quer atingir ao escolher uma solução digital. Por isso, vamos conhecer a seguir algumas características relevantes do DMS.

Principais características do DMS

O DMS permite centralizar os dados da concessionária em um único lugar, sem que isso gere preocupações com custos de infraestrutura. Esses dados vão desde as informações de estoque até a gestão de dados de clientes.

A base de um DMS está na internet. Sua função mais evidente é gerenciar documentos tradicionais que fazem parte  como arquivos de textos, planilhas e PDFs.

O processamento das informações é online, assim como o acesso à solução é também por meio da internet. Um ponto forte do DMS é a conformidade normativa, ou seja, a possibilidade de conciliar o sistema aos sites necessários para o cumprimento de obrigações fiscais da concessionária.

Outro ponto é que o DMS pode interagir com outros sistemas de concessionárias, como o CRM (Customer Relationship Management) ou o ERP (Enterprise Resource Planning).

É  essencial compreender como essa tecnologia pode ser integrada aos processos e ao universo de peculiaridades inerentes ao negócio. Do contrário, a ferramenta perder a chance de ser solução e  se tornar um custo para a concessionária. Daí a importância de ser uma escolha madura e consciente.

O que é Customer Relationship Management (CRM)?

Temos aqui um software de gestão de leads, focado no relacionamento com o cliente. Bastante conhecido, é amplamente utilizado por empresas com negócios nos mais diversos segmentos. Assim como é bastante conhecido por muito profissionais.

Por meio dele, é possível armazenar informações relevantes sobre os contatos feitos com clientes ou leads. Dessa forma, a relação torna-se mais focada na negociação, com uma gama de referências sobre as conversas que estão sendo mantidas.

Quando integrado ao site da concessionária, o CRM permite o armazenamento do histórico do lead e isso, por si só, viabiliza análises de perfil e de nível de interesse, o que traz mais segurança sobre qual o momento adequado para abordagem do encantador de leads.

É interessante observar ainda que pode existir o CRM da montadora, ao qual o sistema de gestão de leads da concessionária deve estar integrado.

Diferenciais do CRM

O fator crucial desse sistema de gestão é a relação com os clientes. Isto significa a possibilidade de acompanhar de perto e manter a negociação sob controle, maximizando as possibilidades de conversão e vendas.

Existem soluções digitais que conectam o CRM ao site da concessionária, o que facilita muito a gestão dos leads originados pelas estratégias de marketing digital.

É claro que poder contar com um software de gestão de leads é fundamental para acompanhar a progressão do lead na jornada de compra, contudo é arriscado afirmar que apenas o CRM seja a solução ideal para a concessionária. Na verdade, pode ser apenas parte da solução.

Vale lembrar que não existe algo que funcione perfeitamente para todos os negócios. Pensar assim é menosprezar o contexto de atuação e a singularidade de cada empresa. Não precipitar conclusões é o melhor caminho para evitar equívocos.

gerar tráfego para concessionárias

O que é Content Management Systems (CMS)?

É um sistema de gerenciador de conteúdo. Para além de ser o sistema mais conhecido, é um dos mais utilizados atualmente, pois tem a capacidade de gerenciar diferentes tipos de conteúdos digitais.

Ele vai muito além da gestão de documentos de textos ou planilhas de Excel. Um CMS tem potencial para gerenciar páginas da web, imagens, arquivos em flash e registros variados.

Com o CMS é possível armazenar, recuperar e publicar conteúdo digital, gerenciando dados estruturados ou não estruturados, como ativos digitais e conteúdo web.

Um ponto alto é a flexibilidade para os usuários, que podem manusear intuitivamente o sistema, inserindo e editando dados e executando ações como:

  • Atualização de ofertas no showroom;
  • Atualização de landing pages;
  • Cadastro de serviços;
  • Upload de vídeos;
  • Escolha de layout;
  • Personalização de banners;
  • Uso de iscas de conversão, como chats e formulários.

No contexto das concessionárias, um CMS é uma solução tecnológica impactante para otimizar as oportunidades de conversão e de vendas, concentrando a atenção na estratégia digital em vez de apenas focar nos esforços das equipes.

Aliás, para o segmento automotivo já existem soluções de CMS com expertise a pleno vapor.

Benefícios do CMS

O principal atributo é, sem dúvida, o fato de permitir ao usuário utilizar o sistema sem que para isso ele tenha de dominar detalhes técnicos.

Sem a complexidade de uma linguagem de programação, o sistema torna-se uma ferramenta mais atrativa e revela o seu potencial de usabilidade à medida que é explorado. Basta focar no conteúdo e nada mais.

Assim, os encantadores de leads ficam mais livres para filtrar boas oportunidades e lidar com o novo perfil de consumidor, mais exigente, mais informado e cada vez mais familiarizado à linguagem de internet.

Outro ponto forte de uma plataforma CMS é a oferta de um dashboard com informações bastante relevantes, que podem ser acompanhadas para analisar o desempenho do site ou das landing pages e rever estratégias em busca de melhores resultados.

como escolher uma solução digitalPowered by Rock Convert

Por que esses são os sistemas os mais adotados nas concessionárias?

O favoritismo, hoje, é pelo modelo CMS, o que certamente está relacionado à possibilidade de gerir, além de leads, conteúdos diversificados. Esse é forte atrativo considerando as demandas do novo perfil do consumidor de carros.

Além disso, gerenciar portais, landing pages ou o próprio site da concessionária são atividades importantes para a concessionária que leva a sério o marketing digital. Uma solução tecnológica com expertise no segmento automotivo pode atender a essas demandas e ainda trazer um plus de benefícios, como a integração com o Google Analytics ou métricas de tráfego e de usuários.

Com a variação na forma de apresentação do conteúdo, propostas atrativas e comunicação responsiva, aumenta bastante a chance de surpreender, despertar interesse e converter leads.

Também podemos dizer que DMS e CMS têm funções semelhantes, pois atendem necessidades comuns de gerenciamento de conteúdo e documentos.

Já o CRM desempenha um papel específico, que é a gestão de clientes e potenciais clientes.

A questão principal sempre deve ser quais funcionalidades os sistemas têm de apresentar para atender satisfatoriamente às necessidades do negócio.

Como escolher um sistema para concessionárias de veículos?

Vimos ao longo do post que o mais importante é optar por uma plataforma especializada nas necessidades da concessionária. Se puder contar com treinamento e suporte, melhor ainda.

Sabemos que existem diferentes necessidades e orçamentos. Então, que tal se perguntar:

Quais são as minhas verdadeiras necessidades? Como um sistema para concessionárias pode me ajudar?

O entendimento do objetivo enquanto usuário de um sistema deve estar claro, só então a percepção do valor da solução tecnológica vai fazer um contraponto ao custo que ela apresenta.

Sistemas para concessionárias de veículos fazem toda a diferença

Falamos aqui sobre uma pesquisa de mercado importante que revelou o impacto das mídias sociais na experiência digital dos potenciais compradores de automóveis e de como isso muda todo o cenário. Por isso tornou-se tão imprescindível dar a devida importância ao marketing digital.

Mostramos que um passo importante é a escolha de uma solução tecnológica, mas para decidir é essencial conhecer melhor os 3 melhores sistemas para concessionárias e alinhar os benefícios que oferecem.

Então, por que não aprofundar ainda mais os seus conhecimentos no assunto lendo um material completo sobre as Ferramentas digitais para concessionárias? Baixe agora e elimine todas as suas dúvidas!

como escolher uma solução digitalPowered by Rock Convert