Boas práticas de ads para concessionárias: 4 dicas

Tempo de leitura: 7 minutos

O funil de vendas é uma estratégia utilizada por vários negócios (inclusive concessionárias) para obtenção de clientes. Então, mesmo sendo uma ótima estratégia, muitas concessionárias falham pensando que é necessário apenas um funil efetivo. É preciso um olhar mais detalhado em cada etapa para que as conversões cresçam, gerando mais clientes. Acima de tudo, quando se fala no topo do funil, os anúncios online (ads) funcionam bem quando utilizados da maneira correta. Veja agora boas práticas de ads para concessionárias.

Os anúncios online consistem em pagar a plataformas com grandes públicos para mostrar anúncios de acordo com uma segmentação específica. Hoje, existe um bom número de plataformas no mercado, sendo as principais Facebook Ads e Google Ads. As duas são essenciais para qualquer negócio mas partem de premissas diferentes na hora de anunciar.

Como funcionam as plataformas

Quando se tem uma estratégia consolidada anunciando online é ideal explorar o Google e o Facebook, pois o público das concessionárias estão em ambas. Anunciando nas duas pode-se tirar o máximo proveito, criando possibilidades de obter maior volume de prospects e, consequentemente, mais vendas. Mas como funcionam as plataformas?

Facebook Ads

Nesta plataforma pode-se anunciar no próprio Facebook, no Instagram, nos Marketplaces e em alguns sites parceiros, que disponibilizam um espaço dedicado a anúncios. 

Boas práticas de ads para concessionárias: Facebook

É uma plataforma que normalmente requer mais estratégia na formulação dos anúncios, já que o público nem sempre está procurando o seu negócio. É aqui onde o funil de vendas se faz mais presente, sendo necessário primeiramente atrair o público para um local específico (normalmente uma landing page). Depois ele pode ser nutrido com conteúdo até a etapa onde será feita a oferta de venda. Esse tipo de plataforma é chamada de plataforma de atenção.

Google Ads

No Google pode-se atingir a própria rede de pesquisa do buscador (a maior do mundo), o YouTube (a 2ª maior rede de pesquisa) e sites que são parceiros do Google, que também disponibilizaram um espaço voltado para anúncios.

Boas práticas de ads para concessionárias: Google

É uma plataforma que tem como característica a intenção do público em achar os negócios. Para segmentar os anúncios, podem-se utilizar termos de pesquisa (ou palavras chave) que seu público normalmente está buscando. Com esses termos, anúncios específicos aparecem em destaque, redirecionando para um local onde se vai realizar uma ação desejada. A plataforma do Google é conhecida como ferramenta de intenção, mesmo ainda disponibilizando alguns mecanismos de atenção.

Veja abaixo as 4 boas práticas de ads para concessionárias que servem para ambas as plataformas.

Boas práticas de ads para concessionárias

1 – Testar

O gerenciamento de anúncios online não é uma ciência exata, sendo necessário aprender muito até chegar ao ponto em que poucas otimizações serão necessárias. Um erro muito comum em concessionárias é querer uma quantidade de leads e vendas com pouco tempo de anúncios. 

Um mindset de testes é necessário, principalmente no início, quando não se sabe exatamente o comportamento da persona, sendo necessário validar várias hipóteses através de testes contínuos. São esses testes que definirão as estratégias consolidadas da concessionária, que a longo prazo vão gerar mais leads e vendas.

Mas, o que testar buscando esses bons resultados?

  • Segmentações (públicos)
  • Criativos (anúncios)
  • Objetivos de campanha
  • Posicionamentos (onde anunciar)
  • Copys

Utilizando essas premissas, junto com testes constantes, o sucesso no mundo dos anúncios é só uma questão de tempo. Por isso, é necessário paciência.

2 – Ter uma landing page bem estruturada

De nada adianta fazer bons anúncios se o lugar onde o público vai ser levado através deles não esteja pronto para recebê-los. É necessário deixar a landing page com todos os ingredientes necessários para que o lead converta lá:

  • Boas fotos
  • Informações claras
  • Chamada para ação
  • Formulário objetivo
  • Copy efetiva

Com esses detalhes colocados da maneira certa na página, têm maiores chances dos prospects converterem, se transformando em leads que poderão gerar mais vendas no futuro. Existem métricas interessantes para se acompanhar e verificar a desenvoltura da Landing Page:

  • Taxa de rejeição
  • Tempo na página
  • Interação com objetos (botões e formulários)
  • Taxa de conversão

Utilizando os testes citados anteriormente juntamente com a análise dessas métricas, pode-se melhorar os resultados da landing page com mais efetividade.

3 – Estruturar uma campanha da forma correta

Um dos primeiros passos para criar anúncios que convertem é entender como estruturar uma campanha da maneira correta, entendendo bem o objetivo a se utilizar, o público correto e o criativo com mais resultados depois de testes. 

Além disso tudo, você deve entender em qual etapa do funil o prospect está. É fato que é muito raro alguém comprar um carro quando não se conhece a concessionária que está vendendo ele. Quando se entende a etapa do público, os criativos e o objetivo da campanha têm que convergir para ele continuar se movendo dentro do funil.

Topo de funil (Público frio)

Em campanhas de topo de funil, o que normalmente performa melhor são campanhas de reconhecimento. Ou seja, é nesse momento que o público vai conhecer a proposta da concessionária, as marcas que ela trabalha, os veículos mais populares, materiais informativos sobre os produtos, serviços e informações gerais. É importante que neste momento não apareça ainda nenhuma oferta de venda, pois a taxa de conversão de venda para topo de funil normalmente é muito baixa.

Meio/fundo de funil (Público frio/morno)

Nesse momento já pode-se utilizar táticas de vendas para quem já conhece a empresa. Ou seja, essas estratégias podem tanto buscar uma conversão para uma visita no showroom físico, quanto buscar o lead para uma abordagem mais estratégica. Ainda mais, abordagens onde o lead é redirecionado para o WhatsApp também funcionam.

Em suma, quando se separa por etapa, a chance da conversão de venda é bem maior.

4 – Entender sua persona

Antes de formular criativos, é necessário entender com quem se está falando. A Persona varia de acordo com a concessionária, o ticket médio do estoque, as marcas e a proposta dos veículos e serviços. Não adianta criar anúncios para públicos distintos do que você está buscando pois, mesmo que ele converta para lead, há uma grande chance de que não se transforme em venda posteriormente. 

Assim, quando sua concessionária cria uma persona bem definida junto com uma linha editorial, os criativos e públicos terão melhor direcionamento, aumentando a conversão. 

Conclusão

Os anúncios online são ótimas maneiras de aumentar suas vendas quando utilizados da maneira correta. Mas, quando não há clareza no objetivo da campanha, o retorno sobre o investimento não será efetivo.

É necessário ver os ads mais como uma ferramenta capaz de aumentar os resultados do que uma fórmula mágica que não precisa de atenção e gerenciamento, sendo necessário um profissional de marketing para ficar de olho nas campanhas, métricas e indicadores.

Portanto, caso sejam utilizados da maneira correta, os anúncios podem aumentar muito os resultados da concessionária.

campanha onliene