Conteúdo para concessionárias: 3 dicas rápidas

Tempo de leitura: 8 minutos

[Total: 1   Average: 5/5]

O marketing de conteúdo já se provou no mercado como uma das ferramentas mais funcionais na busca de novos clientes. Ao mesmo tempo, cada vez mais as empresas estão dedicando muitos dos seus esforços para produção de conteúdo, buscando prospects mais qualificados que quando receberem uma oferta de venda, estarão bem mais dispostos a comprar um produto ou serviço. Veja aqui 3 boas dicas sobre conteúdo para concessionárias.

Mas, o que acontece muito é a dúvida dos negócios sobre qual tipo de conteúdo criar, muitas vezes ocorrendo o questionamento: “Será que realmente é necessário criar conteúdo para o meu negócio?”. Esse tipo de questionamento ocorre mais em negócios tradicionais, onde o gestor não vê a necessidade de criar conteúdo rico, educando o potencial cliente até o momento da venda.

Analogamente, as concessionárias são um tipo de negócios tradicionais. Antes de mais nada, com a atualização do mercado em relação à obtenção de novos clientes também se faz necessário criação de conteúdo para o mercado automotivo. Logo depois de entender que é necessário produzir conteúdo, deve-se escolher um canal para começar a produção.

Veja abaixo algumas possibilidades de canais para começar:

Canais para produção de conteúdo

Quando se fala em produção de conteúdo, não existe o melhor canal. Ou seja, o que existe é o canal onde se possui mais facilidade de utilização e também quando se há a possibilidade de adquirir materiais necessários que facilitem a criação do conteúdo. Todos os canais abaixo já se provaram bons com vários players do mercado, cabe a sua concessionária escolher qual seria o melhor a se utilizar de acordo com a sua operação.

“As cinco características do conteúdo eficiente são: alcance, awareness, satisfação, valor e qualidade editorial.”

Andrea Ames, da IBM (2016)

Há, também, uma ressalva que em um horizonte de tempo a longo prazo é necessário produzir em vários canais, buscando a maioria dos clientes possíveis em todas as plataformas possíveis.

Veja agora as características de vários canais de produção de conteúdo.

YouTube

O YouTube é a maior plataforma de vídeos existente. Portanto, é possível criar um canal e subir vídeos.

Características do YouTube:

  • Conteúdo visual
  • Compatível com vários dispositivos
  • Experiência passiva
  • Compartilhável
  • Capacidade de gerar empatia em quem assiste

Boas práticas para produzir no YouTube:

  • Focar em boa qualidade de vídeo
  • Seja consistente
  • Crie quadros distintos e veja quais funcionam mais
  • Divulgue seus vídeos fora do YouTube
  • Foque nos primeiros 15 segundos do vídeo

Com essas dicas, já se pode criar bons vídeos no Youtube. Essa é uma plataforma que não é tão acessível para criar bons conteúdos, principalmente devido ao custo de uma boa produção de vídeo ser relativamente alto quando se compara com outros canais. Mas, vale muito a pena utilizá-lo.

Blog

O blog pode ser um canal atrelado ao seu Showroom Digital, onde será produzido o conteúdo para concessionárias, ajudando o potencial cliente na sua tomada de decisão.

Características do blog:

  • Conteúdo predominantemente escrito
  • Possibilidade de mesclar imagens, áudios e vídeos
  • Ativo da empresa
  • Criação de própria audiência
  • Personalizável por objetivo

Boas práticas para produção no blog:

  • Conteúdo de qualidade
  • Escrita clara e objetiva
  • Consistência
  • Documentação (checklist ou planilha)
  • Foco no SEO

O blog pode ser um dos canais mais importantes da sua concessionária.Ao mesmo tempo, utilizando estratégias de SEO e compartilhamento, pode-se criar um canal extremamente fácil de ser encontrado pelos prospects.

Instagram/Whatsapp

As redes sociais são plataformas que em 10 anos cresceram mais do que qualquer outra coisa no mercado digital e tem muita gente obtendo clientes através delas. Dessa forma, sua concessionária também pode trabalhar com elas obtendo ótimos resultados.

O Instagram e o Whatsapp se completam no momento de buscar novas vendas. Pois a venda, que é iniciada através de um conteúdo no Instagram, pode ser levada para o WhatsApp para criação de relacionamento e posteriormente, o fechamento de uma venda. A lógica segue basicamente o funil mostrado abaixo.

Em conclusão, observando o funil com atenção, pode-se observar que a produção do conteúdo vai ocorrer predominantemente no Instagram.

Posteriormente, abaixo, as características do conteúdo no Instagram:

  • Conteúdo visual
  • Primeiro contato com o público
  • Possibilidade de criação de relacionamento
  • Recomendado para alcance de marca

Boas práticas no Instagram:

  • Criar conteúdo com objetivo
  • Utilização de boas imagens
  • Utilizar hashtags
  • Conteúdo mais informal nos stories
  • Copywriting nas legendas
  • Tentar levar o público para Whatsapp

Esse é um framework simples e que funciona bem. Então, o ideal é a concessionária produz conteúdo no Instagram com o objetivo de finalizar a compra no WhatsApp.

Assim, temos agora 3 dicas de produção de conteúdo que podem ser aplicadas em qualquer um dos canais citados acima.

Dicas de conteúdo para concessionárias

1. Eduque o público sobre o veículo

conteúdo para concessionárias: Eduque seu público

Quanto mais se conhece sobre algo que está à venda, maior é a possibilidade de fazer uma compra, afinal, ninguém compra o que não conhece. Portanto, uma boa prática para concessionárias é educar o público sobre os veículos disponíveis. Existem várias maneiras de fazer isso:

  • Mostrar benefícios específicos
  • Ênfase em características técnicas
  • Criar apelo visual
  • Mostrar problemas que podem ser resolvidos com o veículo
  • Criar desejo no potencial cliente

Ao mesmo tempo, a educação sobre o produto que se vende é um processo contínuo. Nesse sentido, existem etapas que o público vai passar até virar cliente:

  1. Inconsciente do problema
  2. Consciente do problema
  3. Consciente da solução
  4. Cliente

Então, é necessário trabalhar bem todas essas etapas. Acima de tudo, deve-se mostrar que por não possuir o seu veículo, o prospect possui um problema. Depois, ficando consciente do problema, deve-se oferecer uma solução a ele, que é o veículo ou serviço que se está vendendo. A oferta de venda não deve vir no primeiro momento, por isso ocorre a educação até o momento de oferta.

2. Crie empatia e relacionamento

conteúdo para concessionárias: Crie empatia e relacionamento

A busca de relacionamento é uma ótima alternativa de conteúdo para concessionárias. Todos os canais citados anteriormente oferecem nas próprias plataformas a possibilidade de engajamento com o público. Ainda mais, o relacionamento está totalmente ligado com a decisão do lead em comprar ou não o veículo.

Dessa forma, quando ele vê seu negócio como um “amigo”, existe a maior probabilidade de fechar uma compra de forma precoce. Então, acima de tudo, crie conteúdos com chamadas para ação e que dê a possibilidade de criar um vínculo profundo com o lead.

3. Tenha uma frequência própria

conteúdo para concessionárias: frequência própria

Muito se fala em consistência no momento de produção de conteúdo. Mas, não adianta de nada produzir um conteúdo novo todo dia se o conteúdo não é bom e não ajuda o público. Então, quando se fala em consistência, deve-se ter uma própria. Essa frequência é pessoal e deve ser escolhida de acordo com o tempo que pode-se produzir um conteúdo de qualidade.

Portanto, para descobrir a sua frequência correta deve-se simplesmente testar. Acima de tudo, É testando que se descobre com qual frequência se produz um bom conteúdo. Assim também, se conseguir produzir bons conteúdos diariamente, ótimo, poste diariamente.

A mesma coisa se encaixa se for mensalmente. O que não se pode é postar um hoje e outro daqui a 2 meses, isso mata a consistência. Mas, se necessário, mude toda sua estratégia de conteúdo para ficar coerente com o período. Quanto mais tempo entre um conteúdo e outro, mais estratégia está envolvida para que o público engaje mais. Então, é necessário testar e descobrir como o público reage com diferentes frequências.

Conclusão

Antes de mais nada, criar conteúdo tem a ver com a paixão pelo negócio. Afinal, quem não gosta de falar sobre negócios quando se trabalha com o que ama?

“A competição comoditiza a competência. Todos os dias, todos estão ficando melhores em blogs, podcasts, eventos. Todos estão no mesmo nível. Mas há uma coisa que ninguém pode tirar de você: o seu amor pelo conteúdo. Você está fazendo conteúdo ou está fazendo a diferença? Você realmente ama o seu conteúdo? Não confie nas pessoas da sua empresa que tentam criar a máquina de fazer conteúdo. É a paixão que distingue você.”

Jay Baer, fundador do Convince & Convert e autor de dois best-sellers (2015)

Em suma, produzir conteúdo, além de gerar autoridade para sua marca, também pode fazer seu negócio se aproximar do cliente, gerando mais engajamento e mais vendas. Não há um lado ruim para seu negócio em utilizar o marketing de conteúdo.

E agora, o que está faltando para começar?